Cerca de 200 mil estudantes do ensino básico americano desistiram fazer exames padronizados em NY

Número corresponde a 20% de todos os alunos elegíveis para os testes

Compartilhe
, / 957 0

Cerca de 200 mil estudantes do ensino básico norte-americano desistiram de passar pelos exames padronizados no Estado de Nova York, noticiou em setembro o jornal The New York Times. O número é quatro vezes maior do que no ano passado e corresponde a 20% de todos os alunos elegíveis para os testes. A situação pressiona autoridades, que agora precisam decidir se vão punir escolas e distritos com baixa participação.

A recusa aos exames é estimulada por um movimento de pais e professores contrários aos testes padronizados, que se tornaram mais rígidos nos últimos anos e derrubaram as notas em vários distritos. De acordo com pais ouvidos pelo jornal, a rejeição não ocorre por medo dos resultados, mas para evitar colocar as crianças sob estresse excessivo.

As provas são alinhadas, desde 2013, aos princípios do Common Core, uma iniciativa nacional que detalha o que os estudantes devem dominar em inglês e matemática de acordo com cada etapa. Em 2015, apenas 31% dos estudantes do estado foram aprovados nos testes de leitura. Em matemática, o índice foi um pouco maior: 38%.

Autoridades e grupos de direitos civis expressaram preocupação com o movimento, já que os resultados dos exames e seus comparativos servem para avaliar se todos os grupos – incluindo comunidades mais pobres – estão recebendo educação adequada.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN