CCBB monta exposição dedicada ao precursor do abstracionismo, Wassily Kandinsky

Obras ficarão expostas até 30 de março na unidade carioca, de onde seguirão para Belo Horizonte e São Paulo

Compartilhe
, / 1326 0
 

Em parceria com o Museu Estatal Russo de São Petersburgo, o Centro Cultural Banco do Brasil montou uma grande exposição dedicada ao precursor do abstracionismo, Wassily Kandinsky. Até 30 de março, as telas do pintor ficarão expostas na unidade carioca, de onde seguirão para Belo Horizonte e, a partir do segundo semestre do ano, para São Paulo. No total, a mostra durará quase dez meses, ampliando dessa forma o acesso do público às pinturas do famoso artista nascido em Moscou, em 1866, e morto em 1944 em Neuilly-sur-Seine, na França. Um dos pontos altos de Kandinsky: tudo começa num ponto é a possibilidade de observar a evolução do artista, que se iniciou nas artes plásticas aos 30 anos de idade. No começo, sua principal referência eram os impressionistas e os fauvistas. Mas, aos poucos, os contornos em suas telas foram se tornando mais indefinidos, as cores mais vibrantes, e a perspectiva, mais plana. Foi com a tela Quadro com o arco negro (1919) que ele inaugurou “oficialmente” o abstracionismo, gênero que considerava o mais difícil de todos por exigir uma sensibilidade aguda para a composição e para as cores. Outro traço particular da mostra é o recorte de obras que mostram um Kandinsky mais próximo da cultura popular e do folclore russo e outro que explora suas influências e seus relacionamentos com outros artistas.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN