Cara de absurdo

Gasta-se tanto tempo estudando os teóricos da educação para tudo ser jogado no lixo pelos exames vestibulares…

Compartilhe
, / 1331 0



Amigos professores e educadores: faz três anos eu e alguns amigos nos dispusemos a escrever uma “Enciclopédia de Absurdos Pedagógicos”. Trata-se de uma proposta estranha, mas não se assustem. Um grupo de professores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), entre eles Paulo Freire, pensou em fundar um Centro de Estudos Atrasados. Pois não há um Centro de Estudos Avançados? O atraso não é um conhecimento?



Manoel de Barros diz: “
No fundo do quintal era muito grande o nosso dessaber…”

Lichtenberg sonhava com os dessaberes. Lá pelo fim do século XVIII ele escreveu:

Atualmente procura-se divulgar a sabedoria por toda a parte. Quem sabe daqui a poucos séculos não haverá universidades destinadas a restabelecer a antiga ignorância?”



 

Umberto Eco chegou a sugerir que se criasse uma “Faculdade de Irrelevâncias Alternativas”.




Mas não cumprimos a promessa. O máximo que fiz foi escrever o livro
Pinóquio às Avessas,

em que os absurdos aparecem espalhados na vida escolar do menino Felipe.




Agora, sinto-me impelido a retomar o projeto abandonado. O que me levou a essa decisão foi um texto de biologia que minha neta tinha de aprender. Ela tem 16 anos, cabeça cheia de coisas lindas! Estava lendo o caderno espiralado, lindo, com uma cara de absurdo — expressão facial específica, mistura de horror e tédio. É preciso que algum fenomenólogo se dedique a descrevê-la, tão freqüente no rosto dos alunos. “
O que é que você está lendo?”

, perguntei. Ela apontou com o dedo o parágrafo.




À medida que lia minha cara foi ficando igual à dela.
“Além da catálase, existem nos peroxíssomos enzimas que participam da degradação de outras substâncias tóxicas, como o etanol e certos radicais livres. Células vegetais possuem glioxissomos, peroxissomos especializados e relacionados com a conversão das reservas de lipídios em carbohidratos. O citosol (ou hialoplasma ) é um colóide… No ciosol das células eucarióticas, existe um citoesqueleto constituído fundamentalmente por microfilamentos e microtúbulos, responsável pela ancoragem de organóides… Os microtúbulos têm paredes formadas por moléculas de tubulina…

” Impressionou-me em particular a descrição da complexa rede que forma o rabo do espermatozóide, conhecimento que deve ser decorado porque é possível que caia no vestibular.




Quem tomou a decisão de eleger esse texto como material obrigatório a ser memorizado pelos adolescentes? De uma coisa estou certo: não foi um educador. Já faz anos que os conhecimentos obrigatórios aos nossos alunos são determinados pelas perguntas que caem no vestibular. Os professores que preparam os exames são educadores? Gasta-se tanto tempo estudando os teóricos da educação para tudo ser jogado no lixo pelos exames vestibulares…



Foi aí que resolvi retomar a idéia da “Enciclopédia de Absurdos Pedagógicos”. Mas não conseguirei escrevê-la, sozinho. Os absurdos são muitos! Preciso da colaboração de vocês. Assim, eu os convido a escreverem verbetes para a enciclopédia sobre os absurdos que vocês conhecem e os enviem para o meu e-mail (abaixo). Eles serão colocados no meu site.



Rubem Alves é educador e escritor

E-mail:



rubem_alves@uol.com.br




Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN