Brasileiro se importa com ciência e é otimista sobre seu avanço no futuro

Estudo global mapeou percepção da população de 14 países em relação à ciência. Em nosso país, maioria compreende a importância da área na vida cotidiana

Compartilhe
, / 345 0
ciência

Crédito: Shutterstock

Um estudo global que avaliou a percepção da população sobre a ciência demonstrou que o brasileiro é bastante otimista com o avanço da área e compreende seu impacto na vida cotidiana. A pesquisa, feita pela 3M, ouviu pessoas de 14 países.

De acordo com a pesquisa, 83% dos brasileiros pensam que a ciência é muito importante para a sociedade, e 72% dizem que é muito importante para a vida cotidiana. A média global foi de 63% e 46%, respectivamente. Além disso, os brasileiros se arrependem mais de não prosseguir uma carreira na ciência (52%, contra uma média global de 46%).

Os entrevistados também tiveram de responder se prefeririam jantar com o jogador Neymar ou o astronauta Marcos Pontes, e o resultado demonstrou popularidade semelhante entre os dois: 51% escolheriam o craque da seleção e 49% o primeiro brasileiro a ir para o espaço.

Outros dados do Brasil

– 66% pensam que os melhores dias da ciência ainda estão por vir;
– 63% estão entusiasmados com o impacto futuro da ciência na sociedade;
– Três em cada quatro (76%) pensam que vão ver a cura do câncer em vida;
– A metade (51%) pensa que teremos carros voadores durante a sua vida.

Quando brasileiros escutam a palavra “Ciência”…

– 94% se sentem esperançosos;
– 6% se sentem desencorajados;
– 90%afirmam acreditar que a ciência impulsiona a inovação;
– 85% acreditam que o mundo é um lugar melhor graças à ciência;
– 74% acreditam que o Brasil está ficando para trás de outros países quando se trata de avanços científicos;
– 42% acreditam que o financiamento inadequado para a pesquisa científica é o maior obstáculo para os avanços científicos no futuro;
– 84% acreditam que outros países atribuem maior valor à ciência do que o Brasil.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN