Brasileiro acredita que educação de baixa qualidade prejudica desenvolvimento do País

Pesquisa revela que a população aposta em ensino profissional e considera tempo na escola insuficiente

Compartilhe
, / 1002 0

O que a população brasileira pensa a respeito da educação? Para tentar responder essa pergunta, a Confederação Nacional da Indústria realizou a pesquisa Retratos da Sociedade Brasileira – Educação Básica. Ela concluiu que 85% dos entrevistados acreditam que uma educação de baixa qualidade compromete o desenvolvimento do País. Além disso, 71% da população consideram que os alunos do ensino básico passam pouco tempo na escola.

Entre 17 disciplinas, os entrevistados apontaram português e matemática como as mais importantes no ensino básico e, para 64% deles, a escola cumpre cada vez menos o papel de ensiná-las aos alunos.

O ensino profissional é uma preocupação principal do brasileiro, visto que 89% dos entrevistaram concordaram que o Brasil precisa oferecer mais cursos de ensino médio de perfil profissional. Apenas 14% dos brasileiros acreditam que o ensino médio forma para o mercado de trabalho.

Escola pública
Os brasileiros consideram as escolas particulares melhores do que as públicas, já que 77% dos entrevistados acreditam que o ensino em escolas particulares é bom ou ótimo, número que cai para 50% em relação às públicas. A segurança e as atividades extracurriculares são os itens com a pior avaliação nas instituições públicas.

Entre os 2.002 entrevistados, 76% avaliam que a baixa participação dos pais é um dos problemas da escola pública, mas 67% concorda que a responsabilidade pelo baixo rendimento é dos estudantes. A pesquisa foi feita em meados de 2013 com pessoas de 142 cidades do País.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN