Brasil reduz número de alunos com baixo desempenho em matemática

Ganho na performance dos alunos, porém, não foi suficiente para garantir uma boa colocação em ranking

Compartilhe
, / 345 0

O número de estudantes brasileiros de 15 anos que não adquiriram o conhecimento básico em matemática caiu 18% entre 2003 e 2012. Este dado coloca o País entre os que mais reduziram o baixo desempenho na disciplina. Apesar disto, ainda está em 58º lugar entre os 65 países pesquisados em um estudo da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

No estudo “Alunos de baixo desempenho: Por que ficam para trás e como ajudá-los?”, o órgão considerou as notas da prova Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), aplicada a estudantes de 15 anos. Desde 2003, o Brasil conseguiu um dos maiores ganhos na performance em matemática, saindo dos 356 pontos naquele ano e chegando aos 391 pontos em 2012.

O estudo também traz recomendações para ampliar os ganhos de rendimento dos estudantes. Entre elas, estão dar acesso à educação na infância, atividades diferenciadas aos alunos com dificuldades e o incentivo à participação dos pais e da comunidade na vida escolar, além de oferecer programas especiais para imigrantes e estudantes de áreas rurais. Esta última está baseada na constatação de que estudantes de áreas rurais têm menor desempenho.

Com informações de Agência Brasil

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN