Base Nacional Comum curricular: versão definitiva prevista para julho

Após quase oito meses desde a apresentação de sua primeira versão, em setembro de 2015, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) teve sua segunda …

Compartilhe
, / 290 0

Após quase oito meses desde a apresentação de sua primeira versão, em setembro de 2015, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) teve sua segunda edição divulgada. Duas alterações com relação à primeira versão devem ser destacadas: a definição de objetivos de aprendizagem e desenvolvimento, o que aponta para uma preocupação com a formação plena dos estudantes, e a organização da Base por etapas da educação básica e não mais por áreas do conhecimento.

Entretanto, as críticas de especialistas ainda permanecem. Há quem diga que os conteúdos das fases estão pouco conectados, relacionam-se pouco com os objetivos do documento e que a carga horária prevista para o ensino médio, de 2.400 horas, não é suficiente para o aprendizado dos temas referentes a essa etapa. A íntegra do novo texto pode ser conferida no site basenacionalcomum.mec.gov.br.

O MEC recebeu mais de 12 milhões de contribuições para a elaboração da segunda versão do documento, que agora está sendo avaliado pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). Essas entidades terão dois meses para organizar e garantirdiscussões estaduais e municipais para coletar novas sugestões a serem incluídas na Base.

O texto definitivo deve ser apresentado até o dia 20 de julho.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN