Base em construção

O MEC publicou uma primeira amostra das contribuições apresentadas ao documento preliminar da Base Nacional Comum Curricular. O relatório se refere aos comentários e …

Compartilhe

O MEC publicou uma primeira amostra das contribuições apresentadas ao documento preliminar da Base Nacional Comum Curricular. O relatório se refere aos comentários e pareceres feitos até 15 de dezembro – a consulta pública se encerrou definitivamente em 15 de março e teve 12 milhões de contribuições feitas  por 47 mil escolas e 207 mil professores. O tratamento dos dados colhidos até 2015 foi realizado por pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) e da PUC-Rio, que analisaram cerca de 120 mil contribuições de reformulação dos objetivos de aprendizagem, quase 20 mil sugestões de novos objetivos, além de propostas de alterações dos textos de apresentação da Base, das áreas de conhecimento e dos componentes curriculares. Quanto à estrutura geral da BNCC, foi destacada, por exemplo, a necessidade de articular melhor os princípios anunciados nos textos introdutórios com os objetivos de aprendizagem. Nas observações sobre as etapas de escolarização e áreas de conhecimento, foi recorrente o pedido de explicitar como a educação infantil se articulará aos anos iniciais, especialmente no que diz respeito ao trabalho com a leitura e a escrita. Em matemática, foi apontada a ausência de integração com outras áreas e a necessidade de adequar os objetivos à etapa de escolarização para a qual são propostos, para citar alguns pontos.  Em ciências humanas, a área que mais recebeu contribuições, novamente foi ressaltada a importância de tratar de forma mais equânime as histórias e características dos diversos continentes. Os relatórios completos podem ser conferidos no site http://basenacionalcomum.mec.gov.br/

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN