Alunos de cursos EAD participam de ações solidárias

EAD Laureate estimula a prática de atividades voluntárias entre os seus alunos como experiência de vida e de formação profissional

Compartilhe
, / 855 0

Formar cidadãos prontos para encarar os desafios do mundo é uma das principais preocupações da reitoria do EAD Laureate, que engloba os cursos de educação a distância das instituições da Rede Laureate International Universities no Brasil. Foi essa premissa que originou o EAD Solidário, iniciativa que estimula a atuação de alunos em diversas instituições de saúde, educacionais ou de proteção ao meio ambiente. “É uma atividade acadêmica que desenvolve o nosso estudante como pessoa, sua capacidade de conviver melhor e de ser proativo”, comenta a reitora Josiane Tonelotto. Segundo ela, a adesão não é obrigatória, mas conta como atividade complementar.

Para fazer algo bem estruturado, o projeto foi dividido em etapas. A primeira englobou uma pesquisa de intenção com os universitários. “Enfrentamos um grande desafio nesse momento: fazer com que todos respondessem aos nossos questionamentos”, ressalta a reitora. Um relacionamento mais intenso, com comunicados enviados diversas vezes e em diferentes formatos, resolveu o problema. Dois mil estudantes participaram do levantamento e se mostraram interessados em fazer parte do projeto.

A segunda etapa começa em 2017 e consistirá em um treinamento para a realização das atividades. O programa terá, a princípio, 20 horas de duração. No entanto, os estudantes que demonstrarem interesse em temas específicos podem solicitar o complemento das informações junto à equipe responsável. As aulas foram elaboradas pelos professores do curso de serviço social, que se reuniram e montaram um conjunto de ações.

Como complemento à iniciativa, os polos acolheram ações de prevenção a doenças e de incentivo à doação de órgãos. Todas contaram com o envolvimento dos universitários. Depois do curso, os alunos irão a campo e começarão a desenvolver ações efetivas. Nessa etapa, de acordo com a reitora, um acompanhamento intenso será essencial. “Nossa expectativa é criar um vínculo com as instituições para monitorar o desempenho dos estudantes. Queremos avaliar se, de fato, estamos desenvolvendo algo capaz de mudar a vida das pessoas”, comenta.

EAD Solidário
Alunos: 2 mil
Tutores: 85
Coordenadores: 7
Professores: 20
Demais funcionários: 5
Objetivo: incentivar os alunos a participar de um curso e, em seguida, de ações voluntárias em diversas instituições.
Dificuldade de implantação: fazer com que os alunos participassem da pesquisa.

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN