Alfabetizadores de EJA recebem publicação sobre trabalho escravo

Almanaque traz informações sobre o crime explica como denunciá-lo

Compartilhe
, / 889 0



O Ministério da Educação está distribuindo a 36 mil alfabetizadores de jovens e adultos o almanaque
Escravo, nem pensar!

, produzido em parceria com a ONG Repórter Brasil e a Organização Internacional do Trabalho (OIT).





 




A publicação traz estatísticas e informações sobre a vida levada por vítimas do trabalho escravo, as precárias condições de alimentação, higiene e hospedagem. Além disso, orienta os educadores sobre como e onde denunciar esse tipo de crime. Também podem ser encontradas na cartilha sugestões de atividades para serem desenvolvidas na sala de aula.




 




Os almanaques são enviados aos professores conforme o cadastro feito no programa
Brasil Alfabetizado

, em 2005.




 




 




(Fonte: MEC)



Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN