Abismo racial

De acordo com o IBGE, a escolaridade não iguala salário de negros e pardos ao de brancos

Compartilhe
, / 873 0



Quanto mais os anos de estudos, maior a vantagem salarial dos brancos, em relação a negros e pardos. É o que mostra a pesquisa do IBGe sobre as desigualdades de e raça.




Segundo o levantamento, realizado com base na Pesquisa
 

Mensal de Emprego, os trabalhadores brancos com menos de um ano estudo ganham em média 15% a mais. Já entre os que têm de 8 a 10 anos de estudo (ensino fundamental completo ou ensino médio incompleto), a diferença sobe para 24%.



A desigualdade é ainda maior para os brasileiros negros e pardos com formação superior. Eles ganham, em média, 48% a menos que os brancos.


O estudo não identifica o tipo de curso e nem a qualidade dos entrevistados. Ou seja, trabalhadores formados numa carreira mais prestigiada e num curso de maior qualidade estão no mesmo mote dos profissionais formados em carreiras de menos remuneração ou cursos de instituições de baixas qualidades.



A pesquisa ainda constata que, embora a escolaridade seja o passaporte para ingressar no mercado de trabalho, o processo histórico de exclusão social do qual os negros são vitimas ainda é determinante na remuneração dos trabalhadores

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN