A saudação à vida captada por lartigue

Jacques Henri Lartigue (1894-1986) tem vários apostos: ele é “pai da fotografia moderna”, o “precursor dos atuais editoriais de moda” e também “um dos …

Compartilhe
, / 1487 0
Jacques Henri Lartigue

Jacques Henri Lartigue (1894-1986) tem vários apostos: ele é “pai da fotografia moderna”, o “precursor dos atuais editoriais de moda” e também “um dos grandes nomes da fotografia do século 20”. Todos lhe caem muito bem, mas a exposição A vida em movimento, em cartaz no Instituto Moreira Salles, em São Paulo, vale por outras razões: sua obra transborda uma formidável joie de vivre. Registradas no início do século 20, suas fotos mostram amigos e familiares brincando ao ar livre, contemplando a natureza ou simplesmente celebrando a vida. Vale para conferir as imagens e também consultar citações extraídas do diário desse parisiense nascido em uma família rica e que até os 40 anos de idade, aproximadamente, viveu uma vida mundana e luxuosa. O fim da fortuna familiar forçou-o a encontrar uma profissão e foi então que ele se tornou um dos fotógrafos mais admirados do mundo.

A vida em movimento
Até 25 de maio
Instituto Moreira Salles
R. Piauí, 844 – Higienópolis. São Paulo (SP)
Terça a sexta, das 13h às 19h. Sábados e domingos: das 13h às 18h.
Ingressos: grátis

A saudação à vida captada por lartigue

Jacques Henri Lartigue (1894-1986) tem vários apostos: ele é “pai da fotografia moderna”, o “precursor dos atuais editoriais de moda” e também “um dos …

Compartilhe
, / 0 0

Jacques Henri Lartigue (1894-1986) tem vários apostos: ele é “pai da fotografia moderna”, o “precursor dos atuais editoriais de moda” e também “um dos grandes nomes da fotografia do século 20”. Todos lhe caem muito bem, mas a exposição A vida em movimento, em cartaz no Instituto Moreira Salles, em São Paulo, vale por outras razões: sua obra transborda uma formidável joie de vivre. Registradas no início do século 20, suas fotos mostram amigos e familiares brincando ao ar livre, contemplando a natureza ou simplesmente celebrando a vida. Vale para conferir as imagens e também consultar citações extraídas do diário desse parisiense nascido em uma família rica e que até os 40 anos de idade, aproximadamente, viveu uma vida mundana e luxuosa. O fim da fortuna familiar forçou-o a encontrar uma profissão e foi então que ele se tornou um dos fotógrafos mais admirados do mundo.

A vida em movimento
Até 25 de maio
Instituto Moreira Salles
R. Piauí, 844 – Higienópolis. São Paulo (SP)
Terça a sexta, das 13h às 19h. Sábados e domingos: das 13h às 18h.
Ingressos: grátis

Comentários

comentários

PASSWORD RESET

LOG IN